Largo da Memória

Este antigo ponto de reunião de moradores e tropeiros que chegavam à cidade recebeu em 1814 a construção de um chafariz e do obelisco de pedra ainda existente, que é o monumento mais antigo da cidade. Em 1919 foi realizada uma reforma, com projeto do arquiteto francês Victor Dubugras, com a instalação de um novo chafariz, escadarias e azulejos decorativos de autoria do pintor José Wasth Rodrigues.

Curiosidades:

– O antigo chafariz foi retirado do local em 1872, época em que, em função da estrada de ferro, a porta de entrada da cidade é transferida para a região da Luz.

– O Largo da Memória era antes conhecido como Largo do Piques.

– Os azulejos decorativos apresentam o brasão da cidade, o qual foi escolhido por concurso público.

– A reforma de 1919, realizada por ocasião das comemorações do Centenário da Independência, foi obra do arquiteto Victor Dubugras e do artista plástico José Wasth Rodrigues.

+ Informações
Siga!

Localização: Próximo à estação Anhangabaú do Metrô.

Largo da Memória – Departamento do Patrimônio Histórico