Praça do Patriarca

Em fins do século 16, foi construída neste local a Igreja de Santo Antonio, considerada a mais antiga igreja do centro. Por volta de 1912, entre ações de remodelação urbana, esta praça começou a ser aberta no final da Rua Direita, com a demolição de antigos casarões. O nome Praça Patriarca José Bonifácio, atribuído ao local em 1922 e posteriormente simplificado para Praça do Patriarca, homenageia aquele que é considerado o Patriarca da Independência do Brasil. Em 1938, com a conclusão do Viaduto do Chá, o espaço foi reconfigurado, incluindo a inauguração da Galeria Prestes Maia, que permitiu a ligação direta da praça com o Vale do Anhangabaú. Em 2002, foi construído o pórtico projetado pelo premiado arquiteto Paulo Mendes da Rocha.

Curiosidades:

– Antes da abertura da praça, o cruzamento das ruas Direita e São Bento era chamado pelos paulistanos de “Quatro Cantos”, e era muito frequentado.

– A remodelação realizada na gestão do prefeito Prestes Maia incluiu a construção da passagem que liga a praça ao Vale do Anhangabaú, hoje conhecida como “Galeria Prestes Maia”.

– A escultura do Patriarca da Independência José Bonifácio foi criada em 1972 por Alfredo Ceschiatti.

+ Informações
Siga!

Localização: Próxima às estações Anhangabaú, Sé e São Bento do Metrô.