Sala São Paulo

Inaugurada em 1999, no antigo Grande Hall da imponente Estação Júlio Prestes, a Sala São Paulo é considerada uma das melhores salas de concerto do mundo. Com capacidade para aproximadamente 1.500 pessoas, o projeto encabeçado pelo arquiteto Nelson Dupré apresenta forro móvel que permite uma acústica ajustável para cada concerto. É sede da Osesp – Orquesta Sinfônica do Estado de São Paulo.

Curiosidades:

– Quando o prédio foi projetado – em 1925, por Christiano Stockler das Neves – a cidade crescia em ritmo acelerado em função da economia do café e das ferrovias. Quando sua construção foi concluída, treze anos mais tarde, a presença de automóveis já começava a minimizar o uso de bondes e trens.

– A Sala São Paulo foi tombada pelo Condephaat em 1999.

– A Osesp – Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo – foi fundada em 1954 e hoje é reconhecida internacionalmente por sua excelência. Já realizou turnês pela América Latina, Europa e Brasil e desde 2008 mantém o projeto Osesp Itinerante, realizando concertos, oficinas e cursos pelo interior de São Paulo.

– Nelson Dupré foi o arquiteto responsável pelo restauro e readequação da Sala São Paulo.

– O forro móvel da sala é o elemento mais comentado quando se fala da excelente acústica do local. Outros elementos, no entanto, também são muito importantes, como a disposição dos balcões, a inexistência de carpetes e cortinas, o desenho das poltronas, entre outros.

+ Informações
Siga!

Endereço: Praça Júlio Prestes, 16 – Campos Elíseos.

Bilheteria: Segunda a sexta, das 10h às 18h; Sábados, quando houver apresentação, das 10h às 16h30 ou até o início do concerto; Domingos e feriados: quando houver apresentação, desde duas horas antes do concerto.

Entrada: valores de acordo com a programação

Site oficial